Depois do ótimo Fantasy Black Channel, de 2008,  o Late of The Pier está naquela fase crucial do “segundo disco”. E, se tirarmos por essa música nova, “Blueberry”, eles manterão o pique, sim.

Na verdade, esta música já estava circulando na web há um tempo, mas somente ontem que eles lançaram o clipe oficial. Enquanto o disco inteiro não sai, fiquemos com ela.

.

Anúncios

Assisti hoje pela primeira vez  Superfly. Lançado em 1972, este clássico blaxploitation — gênero cinematográfico voltado para o público negro —  conta a história de um traficante querendo largar a vida bandida, mas não sem antes, claro, dar o último lance para faturar uma milha. Carrões, mulheres e cocaína a rodo permeiam todo o filme, numa espécie de antecipação do que na segunda metade da década de  80 conheceríamos como gangsta rap — parece até que na época a ditadura proibiu o filme de passar aqui.

Mas o que chama a atenção mesmo do filme é a trilha sonora espetacular composta por Curtis Mayfield. Com linhas de baixo memoráveis, guitarras funkeadas refinadíssimas e um falsete sofisticadamente cool, Curtis fez uma obra prima que catapultou sua carreira longe dos Impressions, sua banda inicial, e o colocou pela primeira e única vez no topo das paradas americanas. Vários samples sairam daqui para infindáveis discos de rap, dos Beaties Boys (“Egg Man”) ao Ice T (“I´m Your Pusher”), passando pelos Racionais (“Mano na Porta do Bar”), todos beberam nessa fonte que, até hoje, parece inesgotável. Prince, por exemplo, é um artista que não existiria se não fosse Mayfield.

Saca este trecho do filme, onde Mayfield aparece tocando.  Majestoso, praticamente um Paulinho da Viola da soul music (rs). Enfim, um grande artista no auge da criativade.

“Pusherman”

“I’m your mamma, i’m your daddy / I’m that nigga in the alley
I’m your doctor, when in need / Want some coke, have some weed
You know me, i’m your friend / Your main boy, thick and thin
I’m your pusherman / I’m your pusherman”

.

Mais uma, vai. Ele merece.

“Freddie´s Dead”

Quer baixar a trilha? Não perca tempo.

.

Ganha com folga

12/12/2009

Fim de ano chegando e as listas de piores e melhores começam a pipocar por todos os cantos. Não sei quanto a você, mas eu adoro listas, classificações — talvez pela natureza do ofício. Faço isso até inconcientemente, admito. E meu voto para a mais maltrapilha capa do ano vai para Neil Young com Fork in The Road. O disco é até bacana (bom, é Neil Young, né? não espere a invenção da roda), mas, cara, isso é constrangedor.

É ou não é horrorosa?

.

Bem Dita

10/12/2009

O bróder Edgar Reymann entrevistou Dita Von Teese recentemente para a revista Playboy mas só agora postou a conversa na íntegra, em seu próprio blog.  Sobre o seu ex, Marilyn Manson, ela afirma: “Ele é um gentleman”.

Então, tá.

Leia a entrevista completa aqui.

.

Nova do Portishead

10/12/2009

Bastou eu falar ontem do Geoff Barrow que hoje o Portishead ressurge com uma faixa nova chamada “Chase The Tear”. Assista ao vídeo e baixe o mp3 aqui.

Eu já devo ter dito isso, mas para mim o Portishead está entre as 5 melhores bandas que apareceram nos últimos 10 anos.

Via Matias.

.

Coitada da Tuvalu. Que futuro pode ter um arquipélago de ilhas delgadas com 12 mil habitantes, 26 quilômetros quadrados, onde seu ponto mais alto mede 5 metros de altitude e suas maiores fontes de renda são o cultivo do coco e, acredite, os royalties recebidos pelo uso do domínio “com.tv”, pagos pelas emissoras de tevê do mundo todo?

Sou só eu ou mais alguém tem a impressão de que nada será decidido em Copenhague?

A Globo News tem produzido uma série de reportagens bem bacana sobe o tema. Cabe um conferida.

.

Showzinho irado antes de ontem do Julian Casablancas (vocal dos Strokes) no histórico Bataclan, em Paris.

E se você ainda não tem o disco solo dele, Phrazes for the Young, baixe-o aqui.

.